Close
Metadata

%0 Conference Proceedings
%4 sid.inpe.br/mtc-m16d/2020/12.01.16.58
%2 sid.inpe.br/mtc-m16d/2020/12.01.16.58.59
%T Análise de tendencia climática de precipitação para Bagé- RS
%D 2020
%8 16-19 nov. 2020
%A Javarini, Lucijacy Pereira,
%A Alves, Letícia Prechesniuki,
%A Silva, Morgana Vaz da,
%@affiliation Universidade Federal de Pelotas (UFPel)
%@affiliation Universidade Federal de Pelotas (UFPel)
%@affiliation Universidade Federal de Pelotas (UFPel)
%E Galetti, Giovana Deponte,
%E Sena, Caio Átila Pereira,
%E Mandú, Tiago Bentes,
%E Jacondino, William Duarte,
%E Alves, Laurizio Emanuel Ribeiro,
%E Afonso, Eliseu Oliveira Afonso,
%B Encontro dos Alunos de Pós-Graduação em Meteorologia do CPTEC/INPE, 19 (EPGMET)
%C Online
%S Resumos/Pôsteres
%I Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
%J São José dos Campos
%1 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
%K Precipitação, Climatologia, Tendência.
%X O desenvolvimento socioeconômico de uma região pode ser afetado pela falta dos recursos hídricos necessários para diversas atividades, tais como a agricultura e uso doméstico. Estudos climáticos têm buscado compreender a dinâmica da distribuição e variabilidade da precipitação pluviométrica, bem como a ocorrência de eventos extremos. Este trabalho tem como objetivo analisar a ocorrência de tendência na série de precipitação da estação meteorológica de Bagé (31°19′51″ S; 54°6′25″ W), situada no Sul do Rio Grande do Sul. Utilizou-se, dados de precipitação mensal, para o período de 1990 a 2019, obtidos do Banco de Dados Meteorológicos para Ensino e Pesquisa (BDMET) do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), para avaliar a ocorrência de tendência utilizou-se o teste de Mann-Kendall, sendo um teste não paramétrico, recomendado pela Organização Mundial de Meteorologia. Para o período analisado a precipitação pluviométrica foi bem distribuída ao longo do ano, sendo que a média foi de 133,5 mm, nos meses de abril (170,3 mm) e outubro (175,4 mm) registrou-se precipitações acima da média em aproximadamente 20%. Por outro lado, no mês de agosto (112,6 mm) observou-se o menor valor de precipitação, sendo inferior em 16% a média anual. Através do teste estatístico de Mann kendall, para o período analisado, observou-se a ocorrência de tendência, com nível de significância de 5%, positiva nos meses de agosto e setembro. Dessa forma, a partir dos resultados analisados, conclui-se que houve tendência de aumento na precipitação no final do inverno e início da primavera, portanto este trabalho contribuiu para aumentar o conhecimento da variabilidade temporal da precipitação na cidade de Bagé RS, servindo de subsídio para a agricultura e pecuária, pois são atividades importante da cidade e o estado.
%9 Estudos e Modelagem do Tempo e Clima
%@language pt
%3 RESUMO_XIX_EPGMET_ - Lucijacy Pereira.pdf
%) sid.inpe.br/mtc-m16d/2020/12.07.19.00.54


Close