Fechar
Metadados

%0 Report
%4 sid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.23.18.31
%2 sid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.23.18.31.25
%T Cálculo estrutural de plataformas de alta altitude
%D 2011
%9 RPQ
%P 26
%A Siqueira, Jéssica Cristine da Costa,
%A Neri, José Ângelo da Costa Ferreira,
%@affiliation Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP)
%@affiliation Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
%I Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais
%C São José dos Campos
%K alta altitude.
%X Neste trabalho são apresentados os resultados obtidos para a análise estrutural de um modelo de balão estacionário a ser utilizado no projeto SHARP (Stationary High Altitude Research Platforms) do INPE. Tal estudo foi realizado através do método dos elementos finitos com o software Solidworks. As bases teóricas e metodologia são descritas, onde se justifica a escolha da liga de alumínio 6063-T5 considerado nos cálculos computacionais. O modelo estudado possui 13 metros de comprimento, oito almas (arcos) na posição vertical e três longarinas na horizontal. Foram executadas várias análises estáticas para o critério de Von Mises, de forma a verificarem-se os efeitos de tensões (deformação, deslocamento e tensão de ruptura) sobre a estrutura. Os melhores resultados foram obtidos para a estrutura com diâmetros de 15 mm nas longarinas e de 10 mm nas almas, obtendo-se 9.172,5 N/m2 para Von Mises, 1,179x10-7 para a deformação, 1,356 x102 mm para o deslocamento e 1,1 para o fator de segurança determinado.
%@language pt
%3 Jéssica Cristine da Costa Siqueira.pdf
%O Bolsa PIBIC/INPE/CNPq


Fechar